Sentir é Criar Menu

Visualizando todos os itens para a taghistória

Permalink:

Em 2009

(…) Quando olhei meus olhos nessa foto, achei que eram seus, juntei as duas fotos, os dois olhares e vi/senti que eles desejam a mesmas coisas. E até as coisas que opostamente desejamos depende uma da outra, se completam.. A gente se completa, não tenho mais o que duvidar.

Escrevi isso no meu blog em 2009, naquele período duro, doloroso, difícil, mas edificante que foi esperar você. Adoro ler coisas antigas que escrevíamos um ao outro e ver que a cada dia a gente se decifrava e entendia tudo que estava acontecendo conosco. Situações que se encaixavam, pensamentos interligados, sentimento cada vez mais imensurável. Lagrimas de tristeza, de alegria. Abraços rápidos, mas intenso. Mãos tremulas, coração acelerado, borboletas na barriga. Sorrisos tímidos. Mensagens surpresa, de bom dia, boa noite. De eu te amo, de não me esqueça, de eu te amo muito.

As vezes nos achava tão corajosos em dizer eu te amo com tanta certeza. E era tão cedo pra isso. Sabe o que eu entendo cada vez que tu diz te amo muito?  “Eu te amo, vou ficar com você a vida inteira, cuidar, está sempre ao seu lado, não tenha medo, eu tenho certeza do que estou dizendo, credita em mim, você é o amor da minha vida”

Eu acredito em você, meu amor, acredito até quando você não diz nada. Eu entendo teu olhar, teus gestos e tudo que esta nas entrelinhas das tuas palavras. Sempre vou te agradecer por estar comigo, não se cansa. E vocês, leitores, não se cansem também.

  • Obrigado por comentar! Por favor, mantenha seu comentário limpo. HTML é permitido (strong, code e href).