Sentir é Criar Menu

Todos itens para26/03/2009

Permalink:

Pequenos tesouros

“Eu adoro os prazeres simples. Eles são o último refúgio da complexidade”.

Pequenos gestos, pequenos acontecimentos. O mundo está repleto de pequenos tesouros, ocultos em meio ao incessante fluxo do tempo. Num instante uma beleza única se forma, para desaparecer logo em seguida e, quem sabe, nunca mais voltar.

É preciso, pois, atentar aos detalhes. Os objetos retêm memórias. Os lugares adquirem valores próprios. Mil maravilhas se insinuam para os olhos que desejam vê-las. São como lupas que focam o olhar e, por conseguinte, o pensamento.

  • Obrigado por comentar! Por favor, mantenha seu comentário limpo. HTML é permitido (strong, code e href).